Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas notícias > Mais de 200 profissionais se classificam para trabalhar durante pandemia
Início do conteúdo da página

Mais de 200 profissionais se classificam para trabalhar durante pandemia

  • Última atualização em Quinta, 09 de Abril de 2020, 09h37
  • Acessos: 470

Lista de aprovados deve ser divulgada na próxima semana; classificados precisam entregar comprovantes de aptidão física e mental

contratação funcionarios saude ARQUIVO
 

Para ajudar no enfrentamento à pandemia de coronavírus, a Prefeitura de Londrina abriu inscrições para profissionais da saúde interessados em atender os pacientes com os sintomas da Covid-19 na cidade. Solidarizados com a situação que o mundo está enfrentando, mais de 400 médicos e auxiliares de enfermagem se inscreveram na Chamada Pública nº 01/2020 da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Ao todo, se classificaram 231 profissionais, sendo 197 para atuar como auxiliares de enfermagem, 31 médicos de clínica geral e três pediatras plantonistas. Os outros 226 interessados não finalizaram as inscrições com o encaminhamento correto da documentação exigida no edital do processo de seleção e, por isso, foram considerados desclassificados. Entre eles estavam dois pediatras, 10 clínicos geral e 214 auxiliares de enfermagem.

Agora, os classificados continuam no processo seletivo e devem apresentar a comprovação de aptidão física e mental para o serviço, conforme descrito no Edital 023/2020 da Secretaria de Saúde. Os arquivos devem ser enviados para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

Segundo a diretora de Gestão do Trabalho e Educação em Saúde (SMS), Eliane Sandra Vieira, a lista contendo o nome dos aprovados para o serviço na rede municipal de saúde deve ser divulgada no início da próxima semana, sendo que os selecionados devem iniciar os trabalhos de enfrentamento ao Coronavírus o mais breve possível. A contratação temporária será por 30 dias, mas ela poderá ser prorrogada por mais 30, caso haja necessidade.

Eles atuarão no combate à Covid-19 em escala de plantão, sendo a prioridade inicial o atendimento em unidades exclusivas para a triagem e tratamento dos casos suspeitos dessa doença. Para isso, os auxiliares de enfermagem terão uma jornada de 30 horas semanais e receberão R$ 2.385,24 mensais. Já os médicos deverão executar plantões somando 24 horas semanais e receberão R$ 9.892,01 por mês.

Não puderam participar desse chamamento os médicos ou auxiliares de enfermagem que se enquadravam nos grupos de risco para o contágio do Coronavírus. Entre eles estavam as gestantes e lactantes, pessoas com mais de 60 anos e portadores de doenças crônicas (como hipertensão, diabetes ou doenças cardíacas).

Para a imprensa: outras informações podem ser obtidas com a diretora de Gestão do Trabalho e Educação em Saúde, da Secretaria Municipal de Saúde, Eliane Sandra Vieira, pelo 3372-9816 e com o secretário de Saúde, Felippe Machado, pelo 3372-9434 ou 3372-9430.

registrado em:
Fim do conteúdo da página