Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas notícias > Profissionais da Saúde participam de treinamento sobre coronavírus
Início do conteúdo da página

Profissionais da Saúde participam de treinamento sobre coronavírus

  • Última atualização em Quarta, 11 de Março de 2020, 09h19
  • Acessos: 414

Capacitação irá atualizar as equipes sobre os protocolos para casos suspeitos ou prováveis

 

Foto: Emerson Dias
 

A Secretaria Municipal de Saúde promove, na quarta-feira (4), treinamento para atualizar a equipe assistencial de saúde sobre os protocolos a respeito do novo Coronavírus (COVID-19). Devem participar coordenadores das Unidades Básicas de Saúde, Pronto Atendimento, Maternidade Municipal Lucilla Ballalai e o convite foi estendido a representantes dos hospitais de Londrina. A capacitação irá ocorrer pela manhã, a partir das 8 horas, no auditório da UniCesumar, na Avenida Santa Mônica, 450.

Embora Londrina tenha registrado um caso suspeito de coronavírus somente na segunda-feira (2), o encontro foi agendado previamente, diante do aumento de casos em países da Europa. Segundo o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, países como Itália, França e Alemanha são destinos turísticos que aumentam as chances de contágio por brasileiros. “A partir do momento que o vírus chegou à Europa era sabido que em questão de tempo chegaria ao Brasil, e nós já estávamos nos preparando. Na quarta-feira (4), vamos reunir nossos profissionais da rede municipal e hospitais de Londrina, com participação da 17ª Regional de Saúde, para atualizar as informações”, comentou.

O treinamento será coordenado pela equipe de Vigilância Epidemiológica do Município, com participação da Secretaria da Saúde do Estado do Paraná (SESA) por meio da 17ª Regional de Saúde, e a Comissão de Infecção Hospitalar do Hospital Universitário de Londrina (CCIH – HU).

A ação intersetorial visa repassar aos profissionais de saúde as orientações que devem ser aplicadas para pacientes com sintomas de coronavírus. A doença viral é uma infecção respiratória, semelhante à influenza, e que se transmite com muita facilidade. Atualmente, o Ministério da Saúde monitora 16 países para casos suspeitos do coronavírus. Dessa forma, viajantes que estiveram em um desses países nos últimos 14 dias anteriores, apresentem febre e mais um sintoma respiratório, podem ser notificados como suspeita.

O mesmo se aplica às pessoas que tiveram contato próximo de caso suspeito, nos últimos 14 dias. A confirmação do diagnostico se dá mediante análise clínica e exame laboratorial, o RT-PCR. Em Londrina, a coleta deste exame é feita pelo HU, que repassa o material ao Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN), em Curitiba.

Nesses atendimentos, os profissionais de saúde devem adotar medidas de proteção individual. O paciente é orientado a utilizar máscara simples, que pode ser fornecida já na recepção, e se manter afastado dos demais usuários durante sua permanência nas unidades de atendimento.

Prevenção – As medidas de higiene são a principal forma de prevenir o contágio pelo COVID-19. Lavar as mãos com frequência, e se possível utilizar o álcool gel logo na sequência, é uma atitude que evita o risco de contrair o vírus. Também é importante cobrir o nariz e a boca ao espirrar ou tossir, de preferência com um lenço, e não se aproximar de pessoas doentes nem compartilhar objetos pessoais, como copos e talheres. Manter os ambientes arejados e evitar aglomerações reduzem as chances de transmitir o vírus, tanto do coronavírus como influenza e outras infecções respiratórias.

Para a imprensa: outras informações podem ser obtidas com o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, no 3372-9434.

registrado em:
Fim do conteúdo da página